categorias

Marcadores

18.7.17

Museu de Zoologia da USP

Museu de Zoologia da Usp | Onde as Estrelas são Selvagens

Um dia desses eu estava fuçando no instagram e vi a foto de um esqueleto de dinossauro no perfil de uma garota. Fiquei lóki em polvorosa querendo saber onde era e tal. Descobri que era o Museu de Zoologia da USP e desde esse dia (no ano passado), deixei anotadinho numa nota do Keep: CONHECER O MUSEU DE ZOOLOGIA DA USP. Eu sou aquela pessoa que abre a Netflix de madrugada na casa do namorado para assistir documentário sobre vida animal (cês já viram The Hunt?) — amo assistir esse tipo de coisa — então eu fiquei com muita vontade de conhecer o museu.

Em abril desse ano, consegui arrastar o boy para ir comigo. Chegando lá, mas ainda do outro lado da rua, vi que tinha um aviso na porta fechada. Antes de atravessar pra ver, eu já tava choramingando não acredito que tá fechado! hoje é feriado em sp? hoje não é feriado! pq tá fechado? Olha, às vezes eu faço uns dramas, haha. Atravessamos para poder ler e o cartaz dizia que a entrada principal estava fechada por um tempinho e era para entrar pela rua lateral. Não sei se ainda está assim, agora em julho, mas se você for visitar o museu é bom observar isso para não ficar fazendo drama de graça feito eu, haha.

Eu não tinha planos de fazer post sobre a minha ida até lá, então não tirei foto da fachada do prédio. E me arrependi, porque o prédio é lindo, meio gótico suave, haha. E tava nublado no dia, então tava mais gótico suave ainda. Uma lindeza, amo esses prédios de São Paulo.

Museu de Zoologia da Usp | Onde as Estrelas são Selvagens

Pela entrada principal, você dá de cara com vários bichos grandes, como urso, cervo, crocodilo e tal. Acima deles, tem vários pássaros, alguns gigantescos. Até me assustei com o tamanho de um que fica na ponta. A pessoa aqui toda acostumada a achar que só águia é grande, aí vê um albatroz e fica toda alarmada, haha. A propósito, essa foto dos pássaros é a minha favorita das que tirei lá ♥ 

Como nós entramos pela lateral, a primeira coisa que vimos foram os dinossauros e as borboletas. Gente, tem muitas borboletas lá. Muitas mesmo, em vários quadros expositórios espalhados por todo o espaço. 

Museu de Zoologia da Usp | Onde as Estrelas são Selvagens

Museu de Zoologia da Usp | Onde as Estrelas são Selvagens

Uma das minhas áreas favoritas é a que tem os esqueletos. Tem dinossauro (esqueleto e fóssil), tem bicho-preguiça gigante, tem um tigre dente-de-sabre, tem macacos "de hoje", tem os ancestrais humanos, tem uma cabeça de baleia (parece uma barata gigante hahaha) e uma de hipopótamo.

Museu de Zoologia da Usp | Onde as Estrelas são Selvagens

Museu de Zoologia da Usp | Onde as Estrelas são Selvagens

Há algumas vitrines com conchas de vários formatos, desde aquelas que a gente cata na areia da praia, até conchas grandes e arquitetônicas que a gente tá mais acostumado a relacionar com moluscos e não apenas com sereias, haha.

Museu de Zoologia da Usp | Onde as Estrelas são Selvagens

Tem uma sala com um elefantinho (ou era um mamutinho, agora esqueci hahaha. Mas acho que era elefante mesmo), porééééém esqueci de fotografar #chorano. 

Como eu disse no começo, eu não estava pensando em fazer post para o blog, então só tirei foto de coisas que eu lembrei de tirar foto e não me atentei ao fato de que tirei todas na vertical, com o celular. Daí o resultado é que não tem nenhuma com visão mais ampla do local e nenhuma na horizontal, hehe. Até porque tinha uma turma de alunos lá e eu fico meio assim de tirar fotos de lugares com gente que eu não conheço, nem sei se eu posso fotografar essas pessoas.

Cada lugar do museu tem uma luz diferente e algumas áreas são bem escuras, então  a qualidade das fotos não ficou lá essas coisas (celular, né gente?). Por causa disso também, é meio impossível apenas copiar e colar a mesma edição já que as fotos não iam ficar iguais. Tentei deixá-las mais parecidas e acho que pesei a mão: acabou ficando uma edição estranha e exagerada. Mas fiquei com preguiça de recomeçar, hahaha, então vocês vão perdoar o vacilo, tá? Eu também não sabia se postava em png ou jpg, porque antigamente o Blogger não aceitava bem o jpg e a foto ficava um cocô. Postei em jpg hoje e vamos ver como vai estar a qualidade, né? Acho que tô enferrujada quando se trata de tratar fotos para criar posts, mas isso é assunto para outro dia.

⬥⬦⬥ 

O museu é bem pequenininho, mas é uma gracinha. Eu amei a visita e valeu ter andado quase 4 quilômetros (ida e volta) da estação até lá. Eu nunca tinha ido (nunca vou pra SP, gente) e não sabia que era tão longe... Se você gosta de andar, vai a pé sem medo que a rua é praticamente toda plana e não tem subidas monstras para dar aquela canseira, mas se você é meio preguiçola pra andar igual a gente, de repente vale a pena pegar um ônibus pra subir a rua até lá {: 

Onde quando que horas

O Museu de Zoologia da USP fica na Avenida Nazaré, 481 - Ipiranga
A estação mais próxima é a Alto do Ipiranga, na linha verde do metrô.
Abre de quarta à domingo, das 10h-17h. A entrada foi gratuita. 

⬥⬦⬥

Nos próximos passeios, vou lembrar de fotografar na horizontal. Instagram deixa a gente muito mal acostumado, viu? haha
Obrigada por ler o post. Até já (:
Museu de Zoologia da Usp | Onde as Estrelas são Selvagens

Um dia desses eu estava fuçando no instagram e vi a foto de um esqueleto de dinossauro no perfil de uma garota. Fiquei lóki em polvorosa querendo saber onde era e tal. Descobri que era o Museu de Zoologia da USP e desde esse dia (no ano passado), deixei anotadinho numa nota do Keep: CONHECER O MUSEU DE ZOOLOGIA DA USP. Eu sou aquela pessoa que abre a Netflix de madrugada na casa do namorado para assistir documentário sobre vida animal (cês já viram The Hunt?) — amo assistir esse tipo de coisa — então eu fiquei com muita vontade de conhecer o museu.

Em abril desse ano, consegui arrastar o boy para ir comigo. Chegando lá, mas ainda do outro lado da rua, vi que tinha um aviso na porta fechada. Antes de atravessar pra ver, eu já tava choramingando não acredito que tá fechado! hoje é feriado em sp? hoje não é feriado! pq tá fechado? Olha, às vezes eu faço uns dramas, haha. Atravessamos para poder ler e o cartaz dizia que a entrada principal estava fechada por um tempinho e era para entrar pela rua lateral. Não sei se ainda está assim, agora em julho, mas se você for visitar o museu é bom observar isso para não ficar fazendo drama de graça feito eu, haha.

Eu não tinha planos de fazer post sobre a minha ida até lá, então não tirei foto da fachada do prédio. E me arrependi, porque o prédio é lindo, meio gótico suave, haha. E tava nublado no dia, então tava mais gótico suave ainda. Uma lindeza, amo esses prédios de São Paulo.

Museu de Zoologia da Usp | Onde as Estrelas são Selvagens

Pela entrada principal, você dá de cara com vários bichos grandes, como urso, cervo, crocodilo e tal. Acima deles, tem vários pássaros, alguns gigantescos. Até me assustei com o tamanho de um que fica na ponta. A pessoa aqui toda acostumada a achar que só águia é grande, aí vê um albatroz e fica toda alarmada, haha. A propósito, essa foto dos pássaros é a minha favorita das que tirei lá ♥ 

Como nós entramos pela lateral, a primeira coisa que vimos foram os dinossauros e as borboletas. Gente, tem muitas borboletas lá. Muitas mesmo, em vários quadros expositórios espalhados por todo o espaço. 

Museu de Zoologia da Usp | Onde as Estrelas são Selvagens

Museu de Zoologia da Usp | Onde as Estrelas são Selvagens

Uma das minhas áreas favoritas é a que tem os esqueletos. Tem dinossauro (esqueleto e fóssil), tem bicho-preguiça gigante, tem um tigre dente-de-sabre, tem macacos "de hoje", tem os ancestrais humanos, tem uma cabeça de baleia (parece uma barata gigante hahaha) e uma de hipopótamo.

Museu de Zoologia da Usp | Onde as Estrelas são Selvagens

Museu de Zoologia da Usp | Onde as Estrelas são Selvagens

Há algumas vitrines com conchas de vários formatos, desde aquelas que a gente cata na areia da praia, até conchas grandes e arquitetônicas que a gente tá mais acostumado a relacionar com moluscos e não apenas com sereias, haha.

Museu de Zoologia da Usp | Onde as Estrelas são Selvagens

Tem uma sala com um elefantinho (ou era um mamutinho, agora esqueci hahaha. Mas acho que era elefante mesmo), porééééém esqueci de fotografar #chorano. 

Como eu disse no começo, eu não estava pensando em fazer post para o blog, então só tirei foto de coisas que eu lembrei de tirar foto e não me atentei ao fato de que tirei todas na vertical, com o celular. Daí o resultado é que não tem nenhuma com visão mais ampla do local e nenhuma na horizontal, hehe. Até porque tinha uma turma de alunos lá e eu fico meio assim de tirar fotos de lugares com gente que eu não conheço, nem sei se eu posso fotografar essas pessoas.

Cada lugar do museu tem uma luz diferente e algumas áreas são bem escuras, então  a qualidade das fotos não ficou lá essas coisas (celular, né gente?). Por causa disso também, é meio impossível apenas copiar e colar a mesma edição já que as fotos não iam ficar iguais. Tentei deixá-las mais parecidas e acho que pesei a mão: acabou ficando uma edição estranha e exagerada. Mas fiquei com preguiça de recomeçar, hahaha, então vocês vão perdoar o vacilo, tá? Eu também não sabia se postava em png ou jpg, porque antigamente o Blogger não aceitava bem o jpg e a foto ficava um cocô. Postei em jpg hoje e vamos ver como vai estar a qualidade, né? Acho que tô enferrujada quando se trata de tratar fotos para criar posts, mas isso é assunto para outro dia.

⬥⬦⬥ 

O museu é bem pequenininho, mas é uma gracinha. Eu amei a visita e valeu ter andado quase 4 quilômetros (ida e volta) da estação até lá. Eu nunca tinha ido (nunca vou pra SP, gente) e não sabia que era tão longe... Se você gosta de andar, vai a pé sem medo que a rua é praticamente toda plana e não tem subidas monstras para dar aquela canseira, mas se você é meio preguiçola pra andar igual a gente, de repente vale a pena pegar um ônibus pra subir a rua até lá {: 

Onde quando que horas

O Museu de Zoologia da USP fica na Avenida Nazaré, 481 - Ipiranga
A estação mais próxima é a Alto do Ipiranga, na linha verde do metrô.
Abre de quarta à domingo, das 10h-17h. A entrada foi gratuita. 

⬥⬦⬥

Nos próximos passeios, vou lembrar de fotografar na horizontal. Instagram deixa a gente muito mal acostumado, viu? haha
Obrigada por ler o post. Até já (:

Instagram