categorias

Marcadores

12.8.17

O quanto me importo com o que você pensa de mim

o feed do meu instagram e o quanto me importo com o que você pensa de mim | Onde as estrelas são selvagens

Uma coisa que sempre detestei em mim é estar sempre inconscientemente buscando a aprovação das outras pessoas, incluindo gente que eu nem conheço. Já aconteceu de eu estar na rua e ter visto algo bonito que queria fotografar, mas não fiz porque estava com vergonha das pessoas que passavam. Meu cérebro acha que deve o mínimo de satisfação a desconhecidos, veja só. O feed do meu Instagram ilustra muito bem essa situação. Eu não pretendo ter um perfil com milhares de seguidores, mas mesmo assim já me peguei preocupada por meu feed não ser clean ou combinadinho. Já fiquei chateada porque aquela foto que eu gostei tanto só teve 40 likes. Eu ter gostado da foto não é suficiente? 

Eu sei que essa ânsia de agradar os outros, mesmo quando esses outros não estão nem prestando atenção em você, é culpa do meu probleminha básico de autoestima baixa. 

Eu me preocupo mais com os outros do que comigo.
Eu cuido mais dos outros do que de mim.
Eu penso mais nos outros do que em mim.

Às vezes fico pensado em como o ser humano é um bicho complicado, simples, incrível e horrível. Tudo ao mesmo tempo. Obviamente, eu não sou diferente. Eu me amo, mas ao mesmo tempo não. Eu acho que sou boa em fazer algumas coisas, mas ao mesmo tempo não. Eu me acho bonita, mas ao mesmo tempo não. Não sei se é mais doloroso viver na ignorância ou ter consciência de que ver a si próprio dessa forma, obviamente, não tá certo

Agora, ando tendo um sentimento de fastio (alô nordeste, amo essa palavra, haha) com o instagram, que envolve não só acompanhar as postagens como também achar que meu feed é esquisito e querer apagar tudo. Hoje em dia não me preocupo por não ter o feed todo branquinho, mas também já não acho mais "errado" quem combina. Numa total hipocrisia, na mesma época em que ficava pensando que ninguém ia gostar do meu feed por ele não ser combinadinho, eu achava bullshit ver pessoas deixando de postar momentos importantes porque não combinava com o feed. Parar de julgar as escolhas dos outros é um passo e tanto, né? Tenho certeza que no momento em que disse pra mim mesma "lindinha, o que tem de errado em combinar o feed?", cheguei um pouquinho mais perto do momento em que finalmente darei mais importância ao que eu sinto e ao que eu quero, do que ao que outros talvez estejam falando.

Mesmo assim não gosto do meu feed. Quero apagar 90% das fotos. Mas, se a questão não é eu querer ter um feed organizadinho, por que eu tenho essa vontade? Tenho pensado nisso, me perguntado isso. Seria talvez um reflexo de todas as coisas em mim que eu quero mudar? Será que não é um desejo de fazer o que eu tiver vontade de fazer? E se eu hoje decidir que quero um feed todo branco? Todo rosa? Todo preto? Uma fileira de cada cor? Quando é que eu vou me permitir fazer o que eu tenho vontade de fazer?
o feed do meu instagram e o quanto me importo com o que você pensa de mim | Onde as estrelas são selvagens
Eu não estou passando por nenhuma crise depressiva grave no momento (tive uma no início do ano), mas tenho sentido muitas coisas que eu não sei definir bem. É uma espécia de agonia, mas não é agonia ao mesmo tempo. 

Acho que é insatisfação. 

Insatisfação com a maneira como eu me trato, como trato a minha vida, como trato os meus sonhos e planos, como trato meus projetos e tudo o mais que me rodeie. Acho que finalmente tô sendo menos dura comigo mesmo e me permitindo pensar que eu sou uma pessoa bacana que não merece ser refém das opiniões alheias que sequer foram ditas, haha. Por que a gente se preocupa tanto com o que outras pessoas vão dizer? Às vezes, elas não estão nem aí pra gente, mas mesmo assim a gente tá lá se privando de agradar a si próprio por algo que não existe ali.

É meio assustador experimentar coisas quando você tem que mostrar a cara, né? Mas eu acho que tem que ser feito e tem que ser feito com medo mesmo. Sabe quando você quer, sei lá, pintar o cabelo de azul, mas tem receio das críticas? Acho que a solução é pintar com receio mesmo. Tô tentando muito pintar com receio mesmo. E se isso envolver começar a combinar o feed ou simplesmente apagar todas as fotos, assim será. 

Seja no instagram ou na vida real, não importa qual mudança eu queira implantar, só tem que ser o algo que eu queira verdadeiramente, né não? Todos os dias tento ser mais gentil comigo e dar mais importância ao que eu sinto e quero. Ainda não consegui muito, mas vamos chegar lá {:

A pessoa que eu sou merece mais atenção e carinho da pessoa que eu sou, cês não acham?
Eu acho que merece sim.
E caso você tenha essas mesmas aflições que eu, você merece também!